segunda-feira, agosto 15, 2005

Silicone Movements

Ontem, uma das discotecas da Figueira da Foz recebeu os enérgicos Silicone Soul e emprestou diversão á amálgama de gentes que frequentava o espaço. Imensa gente gira, muitos miúdos betos, algumas pessoas de estilo bizarro e eu e o Mike, a rebentarmos com a média de idades.

Hoje, depois de dormir umas escassas quatro horas, tomei um pequeno-almoço chorudo e vi-me invadida por imagens várias dessa noite: um miúdo que não deveria ter mais de 14 anos a quem segredei “Tu não devias estar aqui”, um conhecido que se encavalitou em cima de um balcão de tijolo e tentou esboçar aquilo que parecia ser uma coreografia da aeróbica, um miúdo giro de t-shirt amarela que afinal não dava uma pá caixa, um dj cálido de cabelos loiros leitosos e olhos pequeninos vazios, uma garota de toilette preta que insistia em centrar todos os olhares na maneira (francamente) sexual de movimentar os quadris, e a cara do garoto do pólo cor-de-rosa, totalmente invadido por uma injecção de álcool ao cérebro.

Não se pode dizer que fosse cenário idílico…mas a musica até estava boa!