quinta-feira, agosto 11, 2005

Metrosensuais

- Olá amor! Onde estás?
- Hum…numa praia deserta. Tu?
- Bem, eu estou numa praia quase deserta, tremendamente aborrecida. Enfim, suspiro pela tua companhia…Foste ao Sudoeste?
- Claro!
- Não foste nada
- Fui pois, tirei fotos e tudo, logo envio-te uma ou duas…
- Quero todas!
- Ahahahha
- Quero ver-te moreno e apetitoso…
- Estou mesmo moreno…agora sem pêlos no peito nem nada…
- Sem pêlos no peito? Desde quando é que fazes a depilação?
- Desde este Verão. Veet for men…
- Isso é tão metrosexual!
- Eu gosto
- Eu também vou gostar…

Quando surgiu o movimento David Beckham com os seus diamantes, o seu verniz cor-de-rosa para as unhas dos pés e a ínfima ausência de pelinhos metediços, muitos foram os homens másculos que se insurgiram em defesa da classe e apelidaram tais práticas como “paneleirices”. No entanto as miúdas acharam piada. Forraram-se revistas com inúmeras matérias sobre os apelativos e recém apelidados “metrosexuais”, escreveram-se artigos sobre tratamentos e cremes masculinos, deu-se destaque aos novos produtos de skincare for men e cuidar da imagem tornou-se hábito.
Agora a moda bate-me a porta! Noto-a quando entro numa discoteca, quando rondo um bar com o olhar ou quando me deixo inebriar pelo perfume agradável do jovem que se senta a meu lado no metro. Noto-a e aprecio-a (ignoramos pois, os exageros)!


Takay