segunda-feira, agosto 22, 2005

Correspondente em Paredes de Coura III

Dificuldades de comunicação impediram-nos o contacto com o enviado especial em Paredes de Coura. Agora, após uns merecidos dias de descanso e ainda de sorriso pueril no rosto, ele quis dar-nos o seu parecer:
"Muito bom ambiente, poucos djambés, alguns silêncios. Totalmente diferente do festival convencional…e ainda bem (na minha opinião).
No melhor espaço físico para festivais, o minho-alface-verde, desenrolou-se um festival pouco comercial, mais alternativo, talvez de uma faixa etária um pouco mais elevada, onde o factor música esteve sempre acima de qualquer outro factor.
Para mim as tardes começavam sereníssimas no jazz na relva junto ao rio, ou no palco songwrighters. As idas a vila faziam-se quase sempre entre as 12h e as 16h para reabastecer. Houve respeito. Um clima, óptimo (pena as 9h da manha já ninguém dormir p causa das tendas saunas).
Os melhores: Arcade Fire foi edílico; Whoven Hand, intenso; Alasdair, singelo; The National...surpresa. Os piores: Juliette-claudisabel-hollywood-rock fm; Bravery, muita fantochada em som produzido...e atenção aos !!!, grande festa...
Por fim, acho q foi o festival mais equilibrado a nível musical. Onde as pessoas em momento algum procuraram desrespeitar o gosto musical dos outros já que também era um grupo muito homogéneo, de bom gosto!...Excelente!"

1 Comments:

Blogger S. said...

:)

8:19 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home