segunda-feira, agosto 22, 2005

Coimbra arde!

Cenário dantesco, cidade pintada de rubro fruto do medo e do pânico de uma noite sem dormir. Algumas pessoas comentam a desgraça em voz alta nos autocarros, ouvi-as quando voltava da baixa e não gostei de lhes ver os olhos raiados de desilusão. Será que ainda alguém acredita? Parece que não…esta guerra interna toca a todos e hoje, ver a minha cidade engolida pelo fumo e fogo quase me fez correr até casa para pegar em baldes de água e ajudar aquelas gentes. É exasperante!