terça-feira, agosto 30, 2005

Carnaval em Nothing Hill

Numa rua apinhada de gente, com cerca de oito amigos á volta, o Pete pegou na lata avermelhada e pintou-me os cabelos habitualmente loiros e lustrosos com uma pasta rubi altamente tóxica e de aspecto pastoso. Praguejei, contorci-me… mas quando vi o meu aspecto irrisório e desconcertado reflectido no vidro espelho de uma montra em Nothing Hill, não consegui deixar de soltar uma gargalhada apetecida e comentar “Com este vestido verde-alface e este cabelo punk pareço mesmo a maça da Branca de Neve. Que linda que eu estou!”.
A noite já havia começado a cair, no entanto o ar permanecia abafado e suado pela dança frenética daqueles que invadiam a rua na parada menos British da Grã-bretanha: o Carnaval de Nothing Hill, tão impuro e promíscuo como grandioso e afamado…

Ontem, dia 29 de Agosto, acabou o desfile deste ano, certamente que os atentados, o grande papão do terrorismo e mesmo as más-línguas da imprensa não conseguiram demover os sequiosos londrinos (e turistas) de mais uma frenética festarola pelas ruelas do bairro chique.

1 Comments:

Blogger hidden persuader said...

ai o Notting Hill Carnival; a primeira e última vez que o presenciei e ... hmm, vomitei foi em 97. Perdido entre Lanbroke groove e holland park com um outro amigo lusitano andámos nós. Recordo-me particularmente de umas australianas, apesar da miopia causada por algumas pints, brincarem com o facto de ambos trazermos vestidas t-shirts iguais compradas uns dias antes na Carnaby St :) perguntaram-nos se trabalhávamos no mesmo bar ou se éramos irmãos!? :(

9:24 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home