sábado, junho 25, 2005

Apontamento

Acabei de ser convidada para dar uma voltinha no brinquedo novo do meu querido, e até agora desaparecido, Rui. Veio contactar-me via net com uma daquelas falinhas mansas tipo: “estou a precisar de foder” e sugeriu um jantar num dos melhores restaurantes da cidade acompanhado de vinho branco fresquinho e o topo de gama no valor de 100.000 euros que acabou de ganhar do papá. Parece-me irrecusável! Mas não deixo de sentir por baixo do glamour proposto, um espesso sabor agre que advém da sensação de estar a ser usada como uma puta qualquer...