quinta-feira, novembro 03, 2005

“ Ai desculpe, mas agora não posso”

Hitchcok. É assim que se chama o prazer solitário de uma noite longa e serena em frente do televisor…
De súbito, sou interrompida pelo toque insistente e inoportuno do telemóvel. Arrasto-me até á mesa de jantar ainda com o pacote de bolachas na mão, atendo a chamada e sou surpreendida pela voz excitada da Beatriz que me diz entre gritos e risadas “Vamos aos Mtv Musica Awards!”, “Ai desculpa, mas agora não posso” disse-lhe imediatamente antes de desligar o telemóvel para o arrumar novamente na carteira.

terça-feira, novembro 01, 2005

Ruge Ruge do chão



"Que triste jogo do acaso é o jogo da vida humana"
Voltaire

segunda-feira, outubro 31, 2005

E se hoje fosse Verão…


Tom Van Heel

Diário de Maria II

Fui à loja da Dona Rosa comprar um quilo de açúcar e dois pacotes de natas. A meio do caminho entre a caixa registadora e a prateleira dos biscoitos ganhei coragem e debrucei-me sobre o balcão “Oh Dona Rosa é capaz de me ensinar a fazer um bolo?” perguntei-lhe enquanto sorria, “Oh menina claro que ensino…” disse-me ela de expressão amável enquanto puxava de um velho caderno onde começou a escrever e a descrever uma ladainha de ingredientes e medidas aproximadas…

Por vezes, a amabilidade das pessoas surpreende-me.

Procurei “Alice”

- Vou sair agora com a Amanda, vamos ver a Alice…Tu já viste o filme?
- Já. É muito deprimente.
(…)
- Já voltaste?
- Sim
- Gostaste do filme?
- Oh…sinto-me deprimida.

domingo, outubro 30, 2005

Regras básicas para escrever na web

"Ser sucinto, deve-se usar menos 50% do texto impresso. Escrever para leitura rápida, usar parágrafos curtos, subtítulos e listas. Enfatizar algumas palavras para captar o olhar do internauta. Usar hipertexto para dividir a informação em várias páginas.
Em suma, ao estruturar o texto é conveniente ter em conta que o internauta ao ler um artigo, ou um texto qualquer, numa página web fará sempre uma leitura rápida, na “vertical”, procurando palavras-chave e parágrafos do seu interesse, ignorando outros."

Será que a blogoesfera segue estas regas inconscientemente?

sexta-feira, outubro 28, 2005

Não costumo esquecer estas coisas



Um blog fabuloso, pelo design agradável, pela organização, pelo discurso, pela temática e pelos bons momentos de leitura.
Parabéns Rua da Judiaria (atrasada, mas com muito boas intenções).

Subscrevo e Aplaudo

“A roda do iPod é erótica!” in AnarcoConservador

Diário de Maria

Enquanto mordiscava uma bomba calórica de massa folhada e chocolate derretido, a Amanda pegou no meu bloco de notas e comentou divertida “o Bernardo está a pensar abrir outro blog” “A sério? E como se vai chamar?” perguntei eu já de sorriso no canto dos lábios, “Ah, ainda não sabe. Primeiro vai fazer um estudo de mercado para ver se a blogoesfera está em alta e para descobrir quais os temas mais em voga.”

Fotografia de Tim Evan Cook

Este blog errou

Este blog envergonha-se de transmitir informações erradas aos seus atentos leitores e corrige o último post. Afinal, Hades não é o deus da guerra, mas sim o “o deus do mundo inferior, soberano dos mortos” (aqui)
Obrigada Sara. Obrigada Pedro.

terça-feira, outubro 25, 2005

Hades & Cupido

- Um dia “hades” gostar de mim!
- Oh Romeu, Hades é o deus da guerra.

Image hosted by Photobucket.com

“Ainda agora estava aqui!”

Precisei dele para ver uma data. Procurei-o debaixo das almofadas, entre os estofos do sofá, no fundo do saco, nos bolsos do casaco, debaixo da revista, por cima da carpete…mas nada! Em menos de duas horas o meu telemóvel xpto da marca y com tarifário x e n toques polifónicos desapareceu-me da carteira para deixar um buraco de números perdidos e alguma nostalgia à mistura…

This Charming man - The Smiths

Escreve-se uma nota simples para oferecer os parabéns a este blog fabuloso…e assim como quem não quer a coisa dedica-se também um clássico bem ao gosto do aniversariante.

domingo, outubro 23, 2005

Festas, delírios e sorrisos

Escolhemos um restaurante luminoso na margem do Mondego, pedimos pratos de massa e um tabuleiro bonito para colocar o bolo de aniversário. Cantamos “Parabéns” depois de duas taças de gelado, sorrimos com os olhares divertidos das restantes pessoas na sala. Cortamos muitas fatias e distribuirmos algumas delas pelas mesas que nos engoliam… “Por cortesia, aceite, garanto-lhe que vai gostar!”.
Depois saímos da mesa, pegámos nos casacos, entrámos no recinto da latada e dançámos até nos faltar o ar…a força, o espaço e o sentido de realidade!

Image hosted by Photobucket.com

“e ao sétimo dia…descansou”

Pensava que isto já estava em desuso

Sentei-me na secretária com o ar enfadado de quem é obrigada a trabalhar no seu dia de aniversário, deitei o olho ao telemóvel para ver mais uma sms de parabéns e sorri quando descobri no cantinho da mesa um pequeno embrulho dourado de aspecto delicado. Lá dentro encontrei um presente de encantar e uma deliciosa nota “Dos colegas para a menina Maria”.